terça-feira, 29 de setembro de 2009

Meu sonho de consumo

sábado, 26 de setembro de 2009

Dr. Jajah - Palestra sobre higiene intima



Dr. Antonio Jajah Nogueira

- Membro da Academia Douradense de Letras;

Autor do livro "Pós-Graduação na Universidade da Vida" - Editora Nicanor Coelho;

- Vice-Presidente da Academia de Medicina de Mato Grosso do Sul;

- Formado pela ACADEMIA DO PALESTRANTE - São Paulo;

- Médico Homeopata;

- Pós-Graduado em Gestão Empresarial em Cooperativas Médicas (MBA da FGV);
- Formação em Hipnotismo Clínico pelo Instituto Brasileiro de Hipnotismo;
- Professor de Medicina Legal do Curso de Medicina da Universidade Federal da Grande Dourados - Mato Grosso do Sul;
- Professor de Diciologia e Deontologia Médicas do Curso de Medicina da Universidade Federal da Grande Dourados - Mato Grosso do Sul;

- Coordenador do Núcleo de Educação Cooperativista da Federação das Unimeds de Mato Grosso do Sul.

- Curso de Especialização em Perícia Médica Judiciária - Faculdade São Camilo - RJ.

Hino Nacional Brasileiro para jovens e adultos e crianças

Linda interpretação do Nosso hino nacional

A História do chinês Liang-Jiu-Ser

A História do chinês Liang-Jiu-Ser

Alberto Luiz Fonseca
Da Austrália

Liang-Jiu-Ser começou sua história explicando-me que nascera em uma família de classe média em Xangai.

Em sua tenra juventude, fora rapaz muito inteligente e diligente, estudioso, assim conseguira bolsa para estudar em Hong Kong. De onde seguiu, alguns anos depois, e ainda graças aos excelentes resultados escolares, ser mandado para a Universidade de Oxford, na Inglaterra.

Veja também:
» O dia em que conheci o chinês Liang-Jiu-Ser

Suponho que tinha grande facilidade com números. Rapidamente, segundo o interessante personagem me contou, foi contratado por uma firma de consultoria financeira, onde cresceu, adquiriu sociedade e, poucos anos depois, era o único dono.

Assim, antes dos 40 anos de idade, Liang-Jiu-Ser era um bem-sucedido executivo da "City" londrina, o centro e coração financeiro da capital britânica. Morava no prestigioso bairro de Chelsea, numa grande casa com jardins floridos, dirigia uma bela Ferrari - que trocava todos os anos.

Viajava por todos os cantos do mundo, sempre na primeira classe, e conhecia pessoas interessantes, alguns dos quais ele considerava seus amigos. Mas, nunca soube direito, pois não tinha tempo para nada que não fosse negócios.

E trabalhava muito, desperadamente, sem descanso, 24 horas por dia, sem férias, ou feriados de nenhuma espécie.

- "Não pense, ó estranho", disse ele a mim, "que algo me faltava". Pelo contrário. Ele julgava-se completo e realizado.

Um dia, porém, aconteceu-lhe de receber inusitada visita.

- "Uma pessoa, um estrangeiro, que aqui não poderei identificar, entrou no meu escritório numa tarde, há alguns anos, e mencionou um número."

Queria comprar-lhe o negócio.

Liang-Jiu-Ser pensou, foi para sua casa pensando, pensando.

No dia seguinte, ligou para o estrangeiro, afirmou que venderia. Uma semana depois, toda a papelada feita, os documentos foram assinados em cartório da City, com as devidas cópias e testemunhas: Liang-Jiu-Ser tornara-se um milionário. Em sua conta, um valor inimaginável.

- "Foi, este, então, o dia mais feliz da minha vida", disse-me ele. Percebi que tinha lágrimas nos olhos e contemplava, com olhar perdido, as neves eternas da majestosa montanha à nossa frente.

- "Por quê?", perguntei-lhe eu então, "porque você se tornara um homem irremediavelmente rico?"

Seria a sensação assim tão boa? Foi o que pensei.

A resposta dele veio a me surpreender:

- "Não," - disse - "a sensação de possuir não é nada, se comparada à sensação de doar".

Nesse dia, o dia mais feliz de sua vida, Liang-Jiu-Ser chamou, um a um, seus empregados da financeira.

Os que estavam com ele há muitos e muitos anos, que o haviam servido, que com ele haviam viajado pelo mundo, muitas vezes abdicando de suas horas de sono e descanso para ajudá-lo com os probemas do expandir seu negócio, que haviam passado a seu lado os períodos de angústia, de incerteza inerentes a todo negócio - sobretudo no começo, quando assumira a sociedade.

Não esquecera, porém, a velha faxineira, a copeira paraguaia, o motorista que estivera muitas vezes no aeroporto de Heathrow a buscá-lo sob a neve, nas madrugadas, sem uma reclamação.

Pelo contrário, sempre com uma tirada de bom humor, e àsvezes com um comentário sobre o último jogo do time do Chelsea, para quem ele torcia.

Chamou-os, um a um, em seu escritório. Escreveu e assinou-lhes cheques. Nominais. A cada um correspondeu uma pequena fortuna, um pouco maior ou menor em montante proporcional aos anos que haviam servido a seu lado.

Todos choraram, todos agradeceram, e choraram novamente, incrédulos com o que estava acontecendo. Liang-Jiu-Ser disse que ele, porém, enquanto recebera seus agora ex-funcionários no escritório, não chorara uma lágrima.

Tinha sido uma manhã e uma tarde de gratidão. A gratidão que ele lhes devia.

Ao final do dia, fechou sua pasta de trabalho e seu laptop. Com o dinheiro que lhe sobrava, viveria a vida muito confortavelmente por todos os anos à frente, onde bem quisesse.

Foi então que dirigiu-se para sua casa, onde entrou no começo da noite.

E chorou até o dia seguinte.

Fonte: www.terra.com.br

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O centenário vem ai.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Kaka Presbitero



falar mal de Kaká seria hoje como bater na propria mãe, isso porque ele vem ao longo dos anos nos mostrando ser uma pessoa do Bem e de bom carater, mas quando a coisa passa para a parte espiritual é preciso ser prudente e atencioso.

Provérbios 14:15 fala assim "O simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos".

e o profeta Oséias 14:9 fala assim. "Quem é sábio, para que entenda estas coisas? Quem é prudente, para que as saiba? Porque os caminhos do SENHOR são retos, e os justos andarão neles, mas os transgressores neles cairão".

a esposa de Kaká que é pastora da seita renascer, falou que o dinheiro da compra de seu marido foi Deus quem mandou, mas sabemos que é a empresa austriaca BWIN quem patrocina o Kaká, e essa empresa é a maior empresa de jogos de azar do mundo, então fica para quem ta lendo, meditar no que ta certo ou errado. Que Deus tenha misericordia de mim, do Kaká e desse mundo que jaz no maligno.

quer saber mais sobre a empresa que patrocina Kaká acesse o link.
http://davipensador.blogspot.com/2009/07/bwin.html

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Ex-Gay por Marc Adams


Eu cresci em um lar cristão. Meu pai é um pastor batista. Meus pais levantados todos os seus filhos de acordo com o que eles acreditavam que Deus desejava e como a Bíblia instruído.
No entanto, em quatro anos, encontrei-me sentir diferente.

descobri que o sentimento de ser diferente, essa paixão por Stephen na terceira série e as fantasias noturnas que eu esperava que ninguém nunca irá saber, faziam parte da minha vida porque eu estava "lutando com a homossexualidade." Como o grande maioria do povo gay que eu sei, eu não tinha sido molestado sexualmente por ninguém, não houve homem mais velho seduzir-me e eu não estava tentando ligar com um macho para compensar alguma perda dos pais.

Aos quinze anos, eu estava deprimido e suicida porque eu achava que estava indo para ir para o inferno se eu não vencer o meu pecado. Gostaria de pedir a Deus para tirar a minha vida enquanto eu dormia, para que eu não iria ficar mais um dia mais perto de decepcionar a ele.

Um ano depois, me formei na minha escola cristã ACE alta (Sweet Valley Christian Academy, Sweet Valley, PA), fiz a minha maneira de (Jerry Falwell's) Liberty University. Eu estava indo para lá, em parte, para estudar Produção de TV e publicidade, mas eu estava principalmente lá para tentar encontrar uma maneira de me livrar da minha homossexualidade.

Eu tinha ouvido Jerry muitas vezes na televisão a falar sobre como Deus pode mudar o comportamento das pessoas de homossexual para heterossexual.

Percebi logo após chegar no campus que eu correria o risco de ficar expulso se eu expuzesse o meu segredo para alguém naquela escola. Deram-me um pouco de incentivo e orientação de uma organização extinta no Texas chamado Ministérios Last Days (dirigido pela viúva do cantor Keith Green).

Foi-me dito que Deus não me odeia, porque eu tinha essa luta. Me disseram que eu precisava para viver minha vida como piedoso possível. Eu precisava para ligar do meu pecado em todas as áreas da minha vida, incluindo minha luta com a homossexualidade. I não foi prometido que iria ser "curado" da minha homossexualidade, mas seria algo que eu teria de enfrentar no cotidiano como qualquer outro tipo de pecado.

Eu estava quase prometeu que haveria vezes eu cair fora do vagão. Mas eu estava aconselhou que eu teria de me recompor e voltar no vagão tão rapidamente como eu poderia e continuar com minha jornada.

No início do meu último ano, muitas coisas que me aconteceu na minha vida. Como resultado de algumas coisas relacionadas a acontecer comigo, eu comecei a questionar por que eu estava tentando mudar meu comportamento.

Eu sabia que tinha razões espirituais para mudar meu comportamento, mas eu me perguntava se eu ainda estaria tentando mudar o meu comportamento, se eu não tivesse uma fé religiosa.

A resposta sempre voltava sim. Percebi que a única razão que eu estava tentando mudar o meu comportamento era porque eu tinha uma necessidade de ser aceito. Eu tinha que ser aceito por Deus e senti que não poderia viver. Eu tinha que ser aceito pelos meus pais e eu não poderia viver.

Durante todos os anos eu lutava com a minha identidade, eu nunca tinha pensado uma vez sobre a aceitação de mim mesmo. Eu tinha estado a ouvir os líderes espirituais de duas décadas falar de Deus. E ao fazê-lo, eu nunca tinha desenvolvido o que muitas pessoas possam pensar é o senso comum apenas para me aceitar.

Eu não tenho ninguém me dizendo o que fazer ou não fazer. Eu desejo que eu tinha encontrado alguém para me dar alguma orientação sobre como aceitar-me como uma pessoa gay. Mas eu encontrei ninguém para me ajudar. Então eu comecei a ouvir meu próprio coração e aprendi a fazer sozinho.

Todo mundo que eu conheço que já tentou de reparação, restauração ou ex-terapia gay me disse que eles estão fazendo isso para a aceitação de Deus, sua família ou amigos. Meu coração se parte cada vez que vejo um dos meus irmãos ou irmãs gays meses desperdiçando e anos de suas vidas tentando convencer a si e aos outros que eles são aceitáveis, porque eles têm alcançado algum tipo de heterossexualidade.

Mas tudo exatamente como a sua pessoa, na nossa sociedade e, especialmente, em muitas religiões, a aceitação é fundamental. Como eu era uma vez, todo mundo tem medo que eles serão perdidos sem aceitação.

Apesar de eu saber que ao longo dos anos, acabou passando por todo mundo que eu atravessei trata de um ponto de auto-aceitação, o que me assombra é o ano perdido. O tempo que poderia ter sido gasto viver a vida, servir aos outros e experimentar o amor eo pessoal liberdade das cadeias de auto-indução de escravidão.

É por isso que eu escrevo os livros que escrevo. É por isso que eu faço o trabalho que faço. Eu acredito que se eu posso ser a orientação de alguém ... a orientação que ninguém me deu ... que eu só poderia fazer do mundo um lugar mais brilhante para ser. Se, a cada dia, acho que apenas um dos meus irmãos ou irmãs tem gay livrar-se da necessidade de aceitação e encontrou a paz pessoal, então eu fiz mais do que nunca pensou ser possível.

Você não está sozinho. Se você está lutando com sentimentos gay, lésbica, bissexual ou transgênero, você precisa saber que há milhões de nós que foram na mesma viagem. Você não está sozinho. Você não tem que acreditar no que está sendo dito sobre si mesmo no seu aconselhamento ou terapia reparadora. Se você precisa falar com alguém que foi lá e conseguiu sair vivo, basta enviar-me e-mail. marc@exgay.com e eu responderei a cada e-mail. paz real e verdadeira felicidade está lá. Basta chegar para lhes.

http://heartstrong.org/
www.exgay.com

Windows 7 por US$ 30 nos EUA

Por que o Brasileiro é tão explorado, porque?



Windows 7 por US$ 30 nos EUA
18/09/2009 11:06

Se você for um estudante nos Estados Unidos, precisará gastar apenas US$ 29,99 para ter o Windows 7 Home Premium, pelo menos é o que a própria Microsoft informou.
Para ter acesso à versão de upgrade, será preciso fazer o download após o lançamento oficial em 22 de outubro e precisará de um e-mail válido da escola. Se você for um estudante no Reino Unido, o Windows 7 custará £30, o que também é uma boa notícia.

http://www.baboo.com.br/msn08/content.asp?z=300&id=36400

domingo, 20 de setembro de 2009

Fé em Deus,

Vergonha, nossos irmãos morrendo de fome

domingo, 13 de setembro de 2009

Senhor Tem misericordia de nós.

Senhor da-me discernimento para entender esse tipo de atitude dentro da tua igreja, tira de mim os pensamentos que tenho ao ver esse tipo de vídeo.



Bebe especial

acho que esse bebe vai fazer uma obra maravilhosa para Deus, ao longo de sua vida

NUNCA DESISTA DE SEUS SONHOS.



(Tradução)

Eu sonhei um sonho

Sonhei um Sonho com o tempo já acabado

Quando a esperança era alta e viver valia a pena

Sonhei que esse amor nunca morreria

Sonhei que Deus perdoaria

Que eu era jovem e destemido

Quando sonhos foram feitos e usados e desperdiçados

Não houve resgate a ser pago

Nem canção não cantada ou vinho não provado

Mas os tigres vem a noite

Com eles despedaçam Sua esperança

Transformando seus sonhos em vergonha

E ainda assim sonhei que ele veio até mim

E que viveríamos os anos juntos

Mas há sonhos que não podem ser

E há tempestades que não podemos prever

Eu tive um sonho que minha vida seria

Tão diferente deste inferno que estava vivendo

Tão diferente daquilo que parecia

E agora matou o sonho que sonhei.sua voz suave como um trovão

Como

O Senhor é contigo em todos os momentos de sua vida, guarde esta palavra.

E eu te porei contra este povo como forte muro de bronze; e pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque eu sou contigo para te guardar, para te livrar deles, diz o SENHOR
Jeremias 15:20

Mensagem poderosa da palavra de Deus

A palavra de Deus fala o que você precisa ouvir e não o que você quer ouvir

Lembra de Vaninha?

Clodovil da uma lição de moral no movimento gay,

Lição de moral no movimento Gay

Clodovil da uma lição de moral no movimento gay, Clodovil pelo visto depois de certa idade entendeu que os valores morais e da família estão muito acima dessa PRATICA podre, imunda e que DEUS vai deixar de fora quem a pratica. A boa noticia é que, esse tipo de PRATICA, tem solução, e a solução é JESUS.